Aprovado PMP em fev/2011 – Júnior Alves

Olá, pessoal. Seguem minhas dicas para a aprovação no exame PMP. Vou separá-las em dicas de estudo e dicas para a prova.

DICAS DE ESTUDO

1 – Se você tem dificuldade para entender a metodologia ou estudou um pouco e ainda possui bastante dúvidas, faça um curso oficial (fiz o da PM Tech e recomendo);
2 – Leia o PMBOK diversas vezes. Isso mesmo. Você vai precisar conhecer bem as entradas, as saídas e as ferramentas;
3 – Para facilitar esta “decoreba”, recomendo criar um mapa (fiz um utilizando o Visio) com todos os processos e inserindo neste documento flechas que indiquem quais saídas de um determinado processo geram as entradas do outro. Isso ajudará vocÊ a entender a relação entre os processos e facilitará a memorização;
3 – Leia um livro relacionado à certificação (recomendo o livro da Rita). Apenas o PMBOK dará a você condições de acertar metade das questões. Para as demais, é preciso entender como a prova é (o treinamento da PM TECH ajuda muito, mas é fundamental ler outro livro);
4 – Se você fez um treinamento, terá recebido a apostila. Agora, compare o que aprendeu no lendo o livro com o conteúdo da apostíla (como ela é resumida, ajudará a sintetizar as idéias);
5 – Quando já tiver completado estas etapas, marque a prova (o fato dela estar agendada o obrigará a estudar mais);
6 – FAÇA SIMULADOS!!! Muitos, mas muitos simulados. Anote todas as questões que você teve dúvida e esclareça (o simulado do PM Tech é o que possui as melhores questões, pois são muito semelhantes às da prova);

DICAS PARA A PROVA

1 – Caíram umas quatro questões quase iguais apresentando valores de IDP e IDC e pedindo que você indique como está o projeto (questões muito simples);
2 – As questões de RH focavam nas técnicas de resolução de conflito (confronto, negociação, recuo, etc);
3 – Diferença entre os processos de Controle de Qualidade e de Verificação de escopo;
4 – Muitas questões sobre risco e quase todas apresentando uma ação do gerente de projetos e questionando em que processo ele estava;
5 – A prova exige muitos detalhes sobre os processos de Escopo (técnicas e ferramentas, entradas, saídas, relações com outros processos, etc);
6 – Não marque todas as questões que você ficou em dúvida. Se fizer isso, possívelmente marcará todas e a revisão será inútil. Marque apenas as quais ficaste em dúvida sobre duas opções. Ao decorrer do exame, outra questão pode “desempatar” a sua dúvida;
7 – Se a questão falar de “desempenho” em relatórios, ela está falando de Relatório de Valor Agregado;
8 – Quando a pergunta pedir qual é a entrada para determinado processo, analise se não há “Ferramentas e Técnicas” entre as respostas para descartá-las;
9 – Quando as perguntas falam em PROCESSO elas geralmente querem que você relacionem um processo de Gerenciamento de Projetos e não um processo funcional;
10 – Não fala nenhuma conta “de cabeça”. Use a calculadora sempre. Até para somar 1+1. Na hora da prova, você pode ficar nervoso e errar uma questão simples de calculo por tentar resolver sem a calculadora.

Era isso pessoal! Desejo a todos bons estudos e uma boa prova!

Artigos Relacionados

1 comentário para Aprovado PMP em fev/2011 – Júnior Alves

Deixe um comentário

Você pode usar estes tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>