27 09/2012

Nelson Richter – Aprovação PMP

Por | 2016-10-16T12:26:02+00:00 27/09/2012|0 Comentários

read2

Posso dizer que o treinamento PM Tech foi fundamental na minha aprovação. Como atualmente quase todas as questões são situacionais, as dicas que o Mauro passa em aula são muito importantes pra interpretar corretamente o que está sendo pedido.
Praticamente não precisei usar nem a calculadora e nem o material de rascunho fornecidos para a prova. Pouquíssimas questões envolviam cálculo. Geralmente eles já colocam o IDP e o IDC na própria questão, indicando claramente (pra quem sabe o que estas siglas significam) se o projeto está com problemas de prazo e/ou custo.

Com relação ao plano de estudos, me concentrei nos simulados. Além do curso, estudei cerca de 150 horas e não cheguei a ler completamente o PMBOK (que usei mais para consultas), mas procurei aprender com a revisão das questões que eu errava. Aliás, também não li o famoso livro da Rita.

Na prova, respondi as 200 questões em pouco mais de 3 horas, porque já estava acostumado com o ‘timing’, ao fazer quase todos os simulados PM Tech. Segui os conselhos do Mauro em pular as questões de consumiam muito tempo (principalmente as de cálculo de folga e caminho crítico) e as deixei pro final. Foi uma boa estratégia.

Gostaria de deixar a dica que não dá pra subestimar a questão física. Depois da primeira hora de prova o cérebro insiste em pensar em outras coisas. Dormir bem na noite anterior é fundamental.

Quanto aos simulados da PM Tech, estão muito aderentes às questões.

Não lembro de nenhuma questão da prova cujo conteúdo não tenha sido abordado no curso, de uma forma ou outra.

Meus cafés vão ser mais saborosos a partir de agora 🙂 #caneca Sou PMP

27 09/2012

Eduardo Ramos – Setembro 2012

Por | 2014-03-18T12:40:43+00:00 27/09/2012|0 Comentários

Pessoal, acabo de receber, esta semana a ótima noticia de ter sido aprovado no exame do PMP realizado em Porto Alegre, no último dia 15/setembro. Gostaria de deixar o meu depoimento de como conduzi o pouquissimo tempo dedicado de estudo para ter sido aprovado na primeira tentativa do exame.

Acho que tive sorte, pois só consegui dedicar 45 hs de estudo, incluindo o tempo de realização dos simulados que, aliás, foram o foco da minha estratégia. conduzi os estudos da seguinte forma:

1) Lia o capitulo do PMBok
2) Desenhava o Fluxo com os processos, principais entradas, saídas e técnicas que me lembrava. Ao término do desenho, o q havia esquecido, buscava no PMBok para completar.
2) Realizava toda a bateria de simulados ref ao capitulo (disciplina)
3) Quando não sabia responder a questão, parava e pesquisava a resposta ou solução (o que já considerava um ponto de estudo) no material do PMbok, apostila do curso da PM Tech ou na propria Internet
4) Registrava num caderno, de forma bem resumida, tópicos importantes da questão, que eu julgava que iria esquecer até o dia da prova
5) Refazia o simulado, caso fosse reprovado
6) Fiz esse mesmo processo para cada Capitulo (Área de Conhecimento)
7) Na véspera da prova, estudei as anotações do Caderno e a folha de fórmulas

No Exame, das 200 questões, deixei as 7 últimas em branco, pois o tempo foi insuficiente. Achei a quantidade exagerada de questões com enunciados estensos, 5 linhas ou mais. Que, para interpretação das questões situacionais, consumia muita atenção, e consequentemente gasto de tempo também. Questões envolvendo fórmulas ou cálculos foram muito poucas, me lembro de 2 ou 3. A menos que tenham ficado nas 7 últimas 🙂
Bom, em resumo foi dessa forma que me preparei. Com certeza, é longe do plano ideal, mas foi o que eu escolhi e pude realizar. Fiz o meu application no PMI em 15/junho (exatamente 3 meses antes da prova), porém só consegui iniciar os estudos em 8/julho, intensificando mesmo no mês de agosto.

25 09/2012

Gelsimar Machado – PMP 15/09/12

Por | 2012-10-01T13:10:31+00:00 25/09/2012|0 Comentários

Recebi hoje por email, a excelente notícia de que fui aprovado no exame do dia 15/09/2012, em papel, realizado em Porto Alegre na escola Panamericana.

Confesso que fui negligente nos estudos. Fiz o curso da PM TECH em abril e só fui fazer a prova em setembro. Neste intervalo de tempo a única coisa que fiz foi ler uma única vez o guia PMBOK e fazer um simulado para cada capítulo concluído. Isso deve ter totalizado no máximo 2 semanas de estudos, com 1 hora por dia.

Eu nem iria fazer a prova, mas resolvi ir para conhecer o ambiente e tentar numa próxima oportunidade, mas felizmente, o resultado foi positivo!!

Muito obrigado pelo conhecimento adquirido, pois, somente com o curso consegui ir bem a prova, sem a necessidade de mais montanhas de livros para ler.

29 03/2012

Felipe Blaas – Passei no PMP em Março 2012

Por | 2014-03-18T12:40:43+00:00 29/03/2012|0 Comentários

Olá Pessoal,

Minha corrida para a certificação PMP foi de 4 meses de estudo com média de 2 horas por dia e 6 horas nos final de semana, usei os livros da Rita Mulcahy, Use a Cabeça PMP (Head First PMP) – para mim o Melhor -, Workbook PMP – Manual de Estudo para a Certificação (possui um Resumo e Simulado ótimo) e outros livros que apenas olhei.

Utilizei os Simulados da PM Tech, Rita Mulcahy, Use a Cabeça PMP (Head First PMP), Workbook PMP, todos excelentes, eu li todos os livros pelo menos 2 vezes e após realizei os simulados, já estava tirando com média de 80%, uns mais outros menos(78%).

Obrigado Sotille pela ajuda nas minhas dúvidas.

Quero minha Caneca!!

Felipe Blaas – PMP

5 03/2012

Política de Remarcação ou Cancelamento de Exames do PMI

Por | 2014-12-06T01:25:02+00:00 05/03/2012|0 Comentários

Em 2012 o PMI® implantou uma nova taxa para remarcar ou cancelar exames de certificação. Desde então os candidatos que remarcam ou cancelam o exame dentro de um período de 30 dias-calendário antes da data marcada para o exame pagam uma taxa de 70 dólares americanos.

O objetivo dessa taxa é possibilitar maior disponibilidade de vagas nos Centros de Teste Prometric. Antigamente não havia taxa de cancelamento. Ocorre, porém, que muitos candidatos esperavam até o último minuto para cancelar e remarcar seus exames e nesse período seus assentos ficam reservados e não podiam ser utilizados por outros. Baseado nas melhores práticas do mercado, essa taxa permite que mais assentos estejam disponíveis para os candidatos aos exames de certificação.

(mais…)