- PM Tech Blog - http://blog.pmtech.com.br -

PMP PBT (em papel) 12/03/2016

uau

Realizei o exame PMP PBT (em papel) no dia 12/03/2016 no Hotel Holiday Inn em Porto Alegre e no dia 24/03/2016 recebi o email comunicando a minha aprovacão. Foram 12 dias conferindo email e entrando no site do PMI a toda hora. Vou pontuar abaixo como foi a minha preparação, minhas opiniões e a prova.

1. Experiência: o requisito de 36 meses e 4.500 horas de experiência em projetos não é apenas formal, é indiretamente cobrado como habilidade para se resolver as questões da prova com maior eficiência. Como a maior parte das questões são situacionais, a experiência contribui na identificação da situação e o contexto não se torna tão abstrato. Por outro lado é preciso conhecer e entender bem o conceito abordado pelo PMI, pois muitas vezes a experiência pode divergir e trazer alguns vícios da prática, da metodologia, ou do segmento onde se trabalha. Eu tive que tomar muito cuidado com as questões de qualidade, pois não concordo integralmente com algumas das colocações do PMBOK. Contudo, não importa se concorda ou não, o objetivo é passar na prova.

2. Preparação: passando pelo momento difícil do país e buscando recolocação no mercado, tive tempo disponível para me dedicar desde janeiro, quando decidi fazer a prova, até uma semana antes, quando larguei o material de estudo.

3. A Prova: em resumo, achei uma prova cruel, muitas questões com mais de uma resposta possível que me deixaram muito inseguro a medida que avançava. Não recomendo fazer a prova em papel, pois além da pressão do tempo, tem o desgaste físico de preencher as bolinhas no cartão resposta. O braço trava! Saí da prova inseguro do quão bem ou mal teria ido. E isso foi um sentimento comum entre os colegas de prova.

Bom estudo! E boa prova!

Artigos Relacionados