Salários de Gerentes de Projetos no Salariômetro

Salariometro

A Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) mantém o Salariômetro, (http://www.salarios.org.br/#/salariometro) ferramenta que permite consultar a média de salários iniciais de todas as atividades do Brasil, nos últimos 6 meses, com base em dados da Caged, ou seja, são baseadas em salários de pessoas físicas contratadas com Carteira de Trabalho (CLT).

As pequisas são feitas com base na Classificação Brasileira de Ocupações (CBO), sendo calculado o salário médio de admissão dos últimos 6 meses, com base nos dados do CAGED/MTE.

A informação pode ser desagregada segundo as características pessoais (gênero, escolaridade, faixa etária, raça-cor) e também segundo as unidades da federação.

Tomemos por exemplo o código 142520 (Gerente de projetos de tecnologia da informação), para verificarmos as médias salariais com base nas 1093 contratações e os 10 estados com mais contratações observadas entre jan/2016 e jun/2016.

RegiãoMédia SalarialContratações
BrasilR$8.136,001093
São PauloR$9.139,00646
Rio de JaneiroR$7.571,0098
Distrito FederalR$7.524,0074
Minas GeraisR$6.499,0062
ParanáR$7.224,0054
Rio Grande do SulR$6.366,0044
Santa CatarinaR$5.986,0036
PernambucoR$6.330,0018
BahiaR$4.607,0014
CearáR$6.954,0013

Para a ocupação CBO 142605 – Gerente de projeto de pesquisa há 1089 contratações, com salário médio de R$9.396,00.

É importante lembrar:

A maioria dos gerentes de projeto NÃO possui formalmente o cargo de gerente de projeto na Carteira Profissional.

Esses são valores médios. Há profissionais ganhando o dobro da média nacional (maior senioridade) e, é claro, há o pessoal iniciante ganhando nem a metade da média.

Exemplo: Gerente de Projetos de TI, com 25 anos de idade, tem um salário médio de R$ 5,4 mil. Já com 50 anos de idade, o salário médio é de R$ 9,9 mil. Nesse caso, o que pesa é a experiência.

As contratações como Pessoa Juridica têm aumentado, e estas não estão refletidas na pesquisa.

Lembro que o site pode ser acessado em http://www.salarios.org.br/#/salariometro.

Mauro Sotille

Especialista em gerenciamento de projetos, programas, portfólio e riscos. Com 25 anos de experiência em gerenciamento de projetos, foi responsável por mais de 50 projetos em diversos países. Atuou em empresas como Hewlett-Packard, Saab Sweden e Dana. É Diretor da PM Tech, onde fornece capacitação profissional e consultoria a organizações na implantação bem-sucedida de cultura corporativa de Projetos. Foi Mentor do Project Management Institute (PMI) para o Brasil, Presidente do PMI-RS e membro da equipe que desenvolveu o Guia PMBOK® e outros guias. Certificado pelo PMI como Project Management Professional (PMP) desde 1998 e Risk Management Professional (PMI-RMP), é autor de livros sobre Gerenciamento de Projetos, Escritórios de Projetos (PMO) e Certificação PMP. Doutorando em Administração de Empresas, possui MBA em Administração, pós-graduação em Computação e graduação em Informática e em Engenharia Mecânica. É professor convidado junto à Fundação Getúlio Vargas e outras instituições.

Siga-me: TwitterFacebookLinkedInPinterestGoogle PlusFlickr

Artigos Relacionados

4 comentários para Salários de Gerentes de Projetos no Salariômetro

  • Franciele

    Olá Mauro,

    Realizei uma simulação no site indicado e simplesmente filtrando pelo gênero(feminino), observei uma grande diferença entre os salários dentro do mesmo perfil.

    Apesar de saber que muitas mulheres tem salários superiores ao informado na pesquisa, qual sua opinião sobre a questão? O que você tem observado no mercado do RS?

    Abraço;
    Franciele

  • Mauro Sotille

    Oi Franciele,

    Eu não tenho observado muita diferença entre os salários dos homens e das mulheres. Inclusive algumas das GPs mais bem remuneradas que conheço são mulheres!

    Abraço,

    Mauro

  • Asdrubal

    É interessante saber que a média salarial brasileira de um gerente é inferior ao que recebe um analista de sistemas júnior iniciante na Petrobras.

  • Maria

    Sotille,

    Percebo um contraste muito grande entre os valores que as pesquisas publicam, o que pensamos encontrar e o que encontramos!
    E então ouço falar de salários de R$10.000,00 no Rio de Janeiro. A média no Rio não passa de R$ 7.000,00. Mas no Rio um imóvel custa quase duas vezes o valor do que custaria em Porto Alegre, só isso puxa todo o custo de vida para cima.

    Além disso, tem o PJ. Se criou um mercado de atravessadores no Brasil com essa história de PJ. Já recebi propostas de menos de 40 reais por hora para vaga de gerente de projeto. Acho que esses atravessadores nem RH devem ter.. Outra vezes pagam valores muito altos para o GP.

    O mercado brasileiro tem muita variação dentro de cada região, e as pesquisas só mostram as médias.

    Sds.

Deixe um comentário

Você pode usar estes tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>