Gerenciamento de projetos é uma das habilidades para 2018

Por |2018-10-02T02:30:36+00:0022/09/2018|0 Comentários  |  Download PDF Versão em PDF  |  Imprima esse artigo Imprima esse artigo
Imprima esse artigo Imprima esse artigo

Um levantamento feito pela plataforma global de cursos on-line Udemy, com cerca de 24 milhões de usuários, apontou as habilidades tecnológicas que são tendência em 2018. A lista foi elaborada com base na procura que o site teve e as capacidades adquiridas por meio da plataforma.

Kotlin

Linguagem de programação lançada em 2016 como uma alternativa ao Java para o desenvolvimento de aplicativos Android. O volume de cursos sobre Kotlin aumentou 95% no ano passado, tornando-se a habilidade tecnológica número 1 em 2018.

Redes neurais

Redes neurais imitam como o cérebro humano processa, armazena e reage à informação e podem ser usadas em setores como reconhecimento facial, direção autônoma, análise de carrinho de compras, prevenção de fraude com cartão de crédito, prevenção de doenças e gestão de cultivos.

Gerenciamento de projetos

Uma das profissões em mais rápido crescimento. O volume de treinamentos em gestão de projetos aumentou 42x na plataforma  Udemy! 87,7 milhões de gerentes de projetos serão necessários em 2027, de acordo com o Project Management Institute. Essa escassez de talentos em habilidades de gerenciamento de projetos representa riscos para as empresas. Não antecipar essa demanda projetada pode resultar em uma perda de bilhões de dólares em produto interno bruto até 2027.

Apache Kafka

O Apache Kafta tem capacidade de fornecer dados em tempo real e aplicar análise preditiva visando estudar o comportamento do cliente. Apache Kafka é o motor por trás de empresas de internet como o Twitter ou o Airbnb. Ao integrar diversos tipos de dados, como curtidas, cliques de página, pesquisas, pedidos, carrinhos de compras e inventário, o Apache Kafka insere esses dados em mecanismos analíticos preditivos que podem analisar o comportamento do cliente.

GraphQL

É uma linguagem de consulta de dados desenvolvida internamente pelo Facebook para melhorar o desempenho dos aplicativos móveis. O GraphQL otimiza o desempenho móvel redesenhando a busca de dados ou como os dados são recuperados dos servidores para atualizar aplicativos móveis e visualizações da Web.

Chef

O Chef é um software que ajuda a automatizar o gerenciamento da infraestrutura de TI, como servidores físicos ou a nuvem. Chef é uma ferramenta de gerenciamento de configuração que garante que os arquivos e o software em uma máquina estejam presentes, configurados corretamente e funcionando corretamente. Quando você tem um servidor ou até quinze, é possível configurá-los manualmente, mesmo que isso seja demorado. Mas se a sua infraestrutura de TI for dimensionada para milhares, será mais fácil contar com o Chef ou com outro software de terceiros para ajudar a automatizar o processo de gerenciamento.

Certificações da Microsoft

O Azure, o SQL Server, o Windows Server e o Microsoft Office (Excel, Word, Outlook e Powerpoint) ainda têm seu lugar no pódio entre as habilidades mais procuradas.

Inteligência Artificial

A inteligência artificial (IA) possibilita que as máquinas aprendam com a experiência. A IA permite que os sistemas de computadores realizem tarefas que exigem inteligência humana, como reconhecimento de fala, reconhecimento visual, reprodução de xadrez ou carros autônomos. A IA pode ajudar a digitalizar imagens e detectar câncer com melhor precisão do que os seres humanos ou analisar padrões no PayPal para capturar lavadores de dinheiro.

Ethereum

Uma plataforma de software aberta baseada na tecnologia blockchain, Ethereum é usado ​​pelos desenvolvedores para implantar aplicativos descentralizados que não são controlados por nenhuma entidade individual ou central. Esses aplicativos descentralizados são mais resistentes à corrupção, adulteração e invasão, pois terceiros não podem fazer alterações nos dados e nenhum indivíduo está envolvido na execução do sistema.

Mauro Sotille

Especialista em gerenciamento de projetos, programas, PMO e riscos. Com 25 anos de experiência em gerenciamento de projetos, foi responsável por mais de 50 projetos em diversos países. Atuou em empresas como Hewlett-Packard, Saab Sweden e Dana. É Diretor da PM Tech, onde fornece capacitação profissional e consultoria a organizações na implantação bem-sucedida de cultura corporativa de Projetos. Foi Mentor do Project Management Institute (PMI) para o Brasil, Presidente do PMI-RS e membro da equipe que desenvolveu o Guia PMBOK® e outros guias. Certificado pelo PMI como Project Management Professional (PMP) desde 1998, Risk Management Professional (PMI-RMP) e PMO-CC, é autor de livros sobre Gerenciamento de Projetos, Escritórios de Projetos (PMO) e Certificação PMP. Doutorando em Administração de Empresas, possui MBA em Administração, pós-graduação em Computação e graduação em Informática e em Engenharia Mecânica. É professor convidado junto à Fundação Getúlio Vargas e outras instituições.

Siga-me: TwitterFacebookLinkedInPinterestGoogle PlusFlickr

Artigos Relacionados

Deixar Um Comentário