Faleceu Márcio Prieto

Marcio PrietoÉ com pesar que transmito a informação que no dia 07/07/2011 faleceu um dos precursores do PMI no Brasil, o Eng. Márcio Prieto.  Grande mentor do desenvolvimento e disseminação do PMI no Brasil, o Márcio foi pioneiro na organização da comunidade profissional de gerenciamento de projetos no Brasil e dedicou-se por grande parte de sua vida a difundir o PMI e seus valores.

Eu conheci o Márcio na Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo quando participei do grupo que fundou o PMI-SP, em 1998. O Márcio, porém, já vinha atuando em prol do gerenciamento de projetos no Brasil há muito tempo.  Um dos primeiros filiados do PMI no Brasil, há 30 anos, ainda no final da década de 70, ele foi um dos que coordenaram a primeira iniciativa de fundação do então chamado “Capítulo PMI Brasil”, constituindo-se no  primeiro capítulo do PMI fora do continente norte americano.  Este primeiro capítulo do PMI aqui no Brasil chegou a ser agraciado pelo PMI em 1980 com o prêmio de “Chapter of the Year”. Após três anos de atividade o PMI Brasil foi obrigado a descontinuar suas atividades devido a dificuldades com o câmbio na época. O Márcio, porém, nunca desistiu de nossa representação local e quinze anos depois ele participaria da fundação do PMI-SP como Presidente do Conselho de Orientação e então Presidente do PMI-SP por dois mandatos consecutivos.

Além disso, o Márcio foi um grande defensor da ideia de termos uma organização Brasileira que congregasse os Capítulos locais do PMI. Nesse esforço, incentivou a vinda de representante da comunidade que então se formava na Austrália, que na época muito nos inspirou para formarmos o que hoje conhecemos como Integração Nacional dos Capítulos do PMI no Brasil.

Temos muito que agradecer ao Márcio, que sempre estará em nossa memória como grande inspirador e conselheiro.

Faleceu Eliyahu Goldratt – 11 de junho de 2011

Fiquei muito triste ao ler em um e-mail esta manhã que o Dr. Eliyahu Goldratt faleceu ontem, 11 de junho de 2011.

Sua influência na área de gerenciamento de projetos, entre outras, tem sido marcante. Eli Goldratt é o criador da Teoria das Restrições (TOC) e autor de vários livros, incluindo A Meta (1984) e Corrente Crítica (1997).

Li pela primeira vez A Meta quando eu era gerente de projetos na Hewlett-Packard e nossa equipe debateu como as idéias de Goldratt poderiam ser aplicadas a nossos projetos. Posteriormente tive a oportunidade de estar em uma de suas palestras e ele realmente abriu meus olhos para novos modos de pensar.

Nos últimos anos vimos que Teoria das Restrições pode ser aplicada ao planejamento estratégico, aos negócios e ao gerenciamento de projetos. Corrente Crítica é uma abordagem para gerenciamento de projetos, voltada para a administração de prazos e atividades, baseada na Teoria das Restrições.

Eli Goldratt virou uma lenda.  Suas idéias desafiam o modo como achamos que as coisas devem ser feitas, apontam as premissas falsas e as consequências inesperadas e nos mostram que os problemas complexos têm uma simplicidade inerente.

Abaixo segue o comunicado completo e o vídeo liberados pelo Goldratt Group em sua memória:

Continue lendo »

Prêmio Projeto do Ano 2010


Prêmio Projeto do Ano

Nos últimos três anos tenho tido a oportunidade de participar do comitê de avaliação dos projetos visando escolher o Projeto do Ano, uma promoção da Revista Mundo Project Management com a FGV. No dia 10 de Dezembro estive na unidade Berrini da FGV em São Paulo, onde ocorreu a cerimônia de premiação dos vencedores de 2010.

Este ano o prêmio, além de ser concedido ao Projeto do Ano, também foi concedido para o Projeto Inovador do Ano e Projeto Acadêmico do Ano, sendo premiado tanto o gerente do projeto quanto a empresa que o realizou.

Continue lendo »

Bill Clinton diz que é fascinado por GP, em Washington

Bill Clinton PMIO palestrante de abertura do PMI Global Congress 2010 – North America, em Washington foi o ex-presidente dos Estados Unidos, Bill Clinton. Sua palestra foi “Embracing Our Common Humanity”. Ele iniciou com sua palestra com “Eu sou fascinando por gerenciamento de projetos”. Sua definição do que um gerente de projetos faz: “Tornar boas intenções em resultados positivos. É isso que os gerentes de projetos fazem”. Ele recomendou que, quando perguntados, os gerentes de projeto respondam: “Diga que você está no negócio do “como” fazer as coisas”.

Continue lendo »