PMO Value Ring

pmo value ring

Uma das ferramentas utilizadas pela PM Tech ao implantar Escritórios de Gerenciamentos de Projetos em organizações é o PMO Value Ring. O PMO Value Ring é uma ferramenta de benchmarking para criar, avaliar e gerenciar seu PMO, com base em uma metodologia internacional, desenvolvida pela PMO Global Alliance com a participação de líderes de Escritórios de Gerenciamento de Projetos (Project Management Offices) bem-sucedidos, de todo o mundo.

A PMO Global Alliance é uma comunidade global de profissionais com um interesse comum em escritório de projetos, cuja missão é apoiar o desenvolvimento dos profissionais através de apoio mútuo, networking, pesquisa e intercâmbio de experiências.

O PMO Value Ring é implementado através de um sistema informatizado. Esse software permite que a experiência e a vivência destes profissionais, compartilhada através de pesquisas realizadas durante vários anos, seja aproveitada nos diversos cenários encontrados nas organizações para as quais prestamos consultoria.

No PMO Value Ring, são seguidos 8 passos:

1. Definindo os Serviços do PMO

A definição dos serviços a serem prestados é baseada nos benefícios que as partes interessadas esperam do escritório de projetos.

Nesse passo os potenciais clientes do escritório de projetos escolhem, individualmente, os principais benefícios que estes esperam que sejam obtidos ou atingidos através da atuação do PMO, oriundos de uma lista de trinta benefícios obtidos através de pesquisas junto à profissionais da área no mundo todo.

Estes benefícios estão associados a vinte e seis funções ou serviços a serem desempenhados pelo PMO, de modo a entregar os benefícios esperados.

2. Balancear o mix de serviços do PMO

O balanceamento dos serviços visa gerar percepção de valor a curto, médio e longo prazo.

3. Estabelecer os processos do PMO

O desafio aqui é estabelecer e formalizar os processos do PMO, necessários para garantir um alinhamento entre as expectativas dos seus clientes e o trabalho realizado no dia a dia.

4. Definir os KPIs do PMO

Indicadores de desempenho são selecionados visando acompanhamento e monitoração do quanto as funções estão gerando valor efetivo.

5. Definir o headcount e as competências do PMO

O escritório de projetos necessita de uma equipe capaz de gerar o valor esperado, com competência para executar cada uma das funções. Dependendo das funções escolhidas, são mapeadas as competências complementares necessárias à equipe do PMO, relacionadas a conhecimentos, habilidades e atitudes. Cada competência ajudará, com seus pesos distintos, a atender determinada função.

6. Identificar a maturidade e planejar a evolução do PMO

Após termos o mapeamento das competências da equipe do PMO necessitamos definir um plano de ação para seu desenvolvimento.

A maturidade do PMO é avaliada de acordo com as funções escolhidas, e um plano de desenvolvimento com recomendações para sua evolução é criado. Maturidade tem relação com oferecer apenas as funções necessárias e com o nível de sofisticação que elas serão executadas.

7. Calcular o ROI do PMO

É necessário descobrir qual o retorno financeiro (ROI) que o PMO trará, considerando a realidade da organização.

O PMO, focando nos benefícios esperados, tem como objetivo aumentar a percepção de valor e fará com que a organização pare de perder dinheiro com projetos atrasados, mal elaborados, estouro de prazos, ou ao executar funções que não geram valor.

Utilizando a experiência da comunidade mundial de profissionais, conseguimos estimar o potencial de recuperação de perdas, a partir dos problemas relatados e das funções oferecidas pelo PMO. Este potencial de recuperação é diretamente influenciado pela maturidade de executar cada função e pelo nível de competência exigido para cada função.

8. Estabelecer o BSC do PMO

É importante criar painéis para monitoramento estratégico do PMO visando acompanhar como o escritório de projetos vem gerando valor para a organização. Com essas informações é possível tomar medidas necessárias para aumentar o valor percebido, diminuir as diversas perdas em cada ciclo e trabalhar com conceitos de BSC (Balanced ScoreCard).

Vemos, então, que o maior benefício da metodologia PMO Value Ring é o uso da inteligência coletiva e do benchmarking com base nas experiências dos profissionais de PMOs do mundo todo, compartilhando benefícios, funções, processos, soluções, problemas e planos de ação.

Isso nos possibilita fazer correlações estatísticas que servem de base para as recomendações propostas, as quais garantem a geração de valor pelo PMO.

Certificação PMO Value Ring® Certified Consultant

O profissional certificado PMO-CC detém completo domínio dos conceitos da metodologia, bem como de todas as técnicas recomendadas para a sua implementação com sucesso. O profissional certificado está capacitado para atuar na implementação da metodologia, presencialmente ou à distância, tanto na aplicação dos conceitos, quanto na implementação em PMOs e organizações dos mais diversos níveis de complexidade.

Veja uma palestra transmitida ao vivo sobre o PMO Value Ring.

 

Para conhecer de perto o PMO Value Ring e ter acesso à uma demonstração do software realizada por um profissional certificado PMO-CC, contate a área de consultoria da PM Tech.

Mauro Sotille

Especialista em gerenciamento de projetos, programas, PMO e riscos. Com 25 anos de experiência em gerenciamento de projetos, foi responsável por mais de 50 projetos em diversos países. Atuou em empresas como Hewlett-Packard, Saab Sweden e Dana. É Diretor da PM Tech, onde fornece capacitação profissional e consultoria a organizações na implantação bem-sucedida de cultura corporativa de Projetos. Foi Mentor do Project Management Institute (PMI) para o Brasil, Presidente do PMI-RS e membro da equipe que desenvolveu o Guia PMBOK® e outros guias. Certificado pelo PMI como Project Management Professional (PMP) desde 1998, Risk Management Professional (PMI-RMP) e PMO-CC, é autor de livros sobre Gerenciamento de Projetos, Escritórios de Projetos (PMO) e Certificação PMP. Doutorando em Administração de Empresas, possui MBA em Administração, pós-graduação em Computação e graduação em Informática e em Engenharia Mecânica. É professor convidado junto à Fundação Getúlio Vargas e outras instituições.

Siga-me: TwitterFacebookLinkedInPinterestGoogle PlusFlickr

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

Você pode usar estes tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>