PMO Value Ring

pmo value ring

Uma das ferramentas utilizadas pela PM Tech ao implantar Escritórios de Gerenciamentos de Projetos em organizações é o PMO Value Ring. O PMO Value Ring é uma ferramenta de benchmarking para criar, avaliar e gerenciar seu PMO, com base em uma metodologia internacional, desenvolvida pela PMO Global Alliance com a participação de líderes de Escritórios de Gerenciamento de Projetos (Project Management Offices) bem-sucedidos, de todo o mundo.

Continue lendo »

Metodologia de Gestão de Projetos Open PM²

PM2

PM² é uma Metodologia de Gestão de Projetos desenvolvida e apoiada pela Comissão Europeia. Seu objetivo é capacitar equipes de projeto para gerenciar seus projetos de forma eficaz e oferecer soluções e benefícios para suas organizações e partes interessadas. PM² é uma metodologia leve e fácil de implementar, adequada para qualquer tipo de projeto. PM² foi desenvolvida de acordo com as necessidades, cultura e restrições específicas das instituições da UE, mas também incorpora elementos de boas práticas, padrões e metodologias globalmente aceitas.

Continue lendo »

PMI lança guia sobre Organizational Project Management

OPM-coverO PMI lançou o seu guia sobre gerenciamento organizacional de projetos (Organizational Project Management – OPM), incluindo um guia de prática na implementação de OPM, que é gratuito para download por tempo limitado.

Organizational Project Management é a estrutura usada para alinhar e personalizar os processos de gerenciamento de projeto, programa e portfólio com a estratégia organizacional e objetivos. Implementing Organizational Project Management: A Practice Guide fornece orientações para a gestão organizacional, para a equipe do PMO e outros profissionais.

Continue lendo »

Livro PMO – Escritório de Projetos na prática

Eu gostaria de convidá-los para conhecer o livro ” PMO – Escritório de Projetos, Programas e Portfólio na Prática”, em que eu sou um dos autores.

O livro, escrito por 26 autores e organizado pelo André Barcaui, tem 720 páginas. É um verdadeiro compêndio da teoria e prática do gerenciamento de projetos, programas e portfólio.

Continue lendo »

Cartão de referência rápida para padrões em GP

dia11Existem vários padrões ou estruturas para gerenciamento de projetos, programas e portfólios. Henry Portman, consultor para escritórios de gerenciamento de projetos na Europa desenvolveu um cartão de referência rápida, separado por organização, muito útil para quem está iniciando na área e quer conhecer os diferentes padrões e entidades.

A maioria dos padrões e estruturas é desenvolvida pelo PMI e também pela APMG. Ambos têm padrões de portfólio, programa, projeto e gestão de riscos e ambos têm um modelo de maturidade.

A APMG também oferece um padrão de portfólio, programa e escritórios de projeto, bem como estruturas relativas à gestão de benefícios e gestão de valor. Outros, como IPMA, oferecem uma base de competência e um modelo para avaliar as organizações. ISO 21500 foi adicionado como o padrão global em gerenciamento de projetos.

Continue lendo »

Norma de Auditoria de Projetos

auditoria A norma brasileira de AUDITORIA de PROJETOS já foi publicada.

A ABNT NBR 16277:2014 Auditoria de projetos – Requisitos foi publicada dia 11/03/2014. Implementação da auditoria de projetos no contexto do gerenciamento do projeto em atendimento à governança organizacional.

Estabelece os requisitos para realização de auditoria de projetos com base nos aspectos de governança de projetos, conforme NBR ISO 21500 e demais normas, frameworks, boas práticas e padrões utilizados como referência em auditoria de projetos.

Entre os diversos benefícios a serem alcançados com a adoção desta Norma, destacam-se os seguintes:

  1. Identificar a eficácia da estrutura da organização do sistema de gerenciamento do projeto (SGP);
  2. Identificar a eficácia do gerenciamento do projeto;
  3. Identificar a relação entre os limites de autoridade nas tomadas de decisão para o gerenciamento do projeto;
  4. Identificar o grau de adoção, aplicabilidade e eficácia das políticas e estratégias utilizadas;
  5. Identificar a aderência, aplicabilidade e eficácia dos processos, boas práticas e metodologias utilizadas;
  6. Identificar a suficiência, aplicabilidade e eficácia dos controles utilizados no gerenciamento do projeto;
  7. Proporcionar clareza da aplicação dos marcos regulatórios pertinentes ao projeto;
  8. avaliar a prestação de contas do projeto, de acordo com as necessidades do demandante da auditoria.